Eu e as minhas corridas

Posted by:

Hoje em dia toda a gente corre,a corrida virou um fenómeno uma moda dificil de entender.

Há alguns anos atrás quando via alguém a correr ás sete da matina ao frio achava mesmo que estas espécies raras estranhas não batiam bem da cabeça para se levantar tão cedo ao frio e a fazer algo tão penoso.
Pois é mudam-se os tempos, mudam-se os hábitos e às vezes e a sociedade vai evoluindo.
A procura de vida saudável é agora uma boa moda que aliada à maior preocupação com hábitos alimentares veio para ficar.
Para mim a corrida foi aparecendo muito devagarinho e a muito custo.
Em 2010 uma mudança de cidade, de emprego e consequentemente de convivência com outras pessoas levou a várias alterações na minha vida.
Foi ano em que decidi que tinha de perder peso de uma forma lenta e gradual e não em dietas loucas como fizera durante anos a fio.
A primeira decisão que tomei e levei realmente até ao fim foi de  ir para o trabalho sempre a pé, 40 minutos a pé por dia e assim começou lentamente uma vida mais ativa.
Os horários mais certos de trabalho e  a mudança de hábitos alimentares foram resultando numa lenta e gradual perda de peso com o consequente aumento da auto estima.
Uma das colegas de trabalho, viciada em malhação e corredora de há muitos anos fez o convite e depois de muita insistência lá fui eu.
A primeira vez foi horrível, assim como a segunda, terceira etc. Aqueles 50 minutos eram penosos e nunca mais chegavam ao fim. Não conseguia perceber a alegria daquela tortura. Com a frustração ia ficando para trás e ia tentando recuperar nuns sprints muito curtos que me deixavam sem folêgo e com vontade de desistir.
Depois passei pela fase em que queria mesmo tentar “saber correr” comecei sozinha em que misturava caminhada com um pouco de corrida. Com a experiência percebi que o truque era mesmo correr devagar, encontrar o meu ritmo para não ficar sem fôlego, paciência e resiliência de acabar o percurso por mim traçado.
Este sofrimento tornou-se num hábito que me levou ao ginásio para fazer outro tipo de exercícios como o cycling e hoje não consigo deixar as minhas corridas.
Sejam elas com as minhas fieis companheiras de corrida, seja sozinha na rua ou na passadeira do ginásio tornou-se num bom hábito.
Já  não corro para ficar mais magra porque o meu vicio por comida não deixa ;), mas corro para me sentir bem e saudável, a corrida é ótima para libertar o stress.
Embora em muitas corrida haja aquele momento de cansaço em que me questiono nas razões que me levam a correr , no fim da corrida tenho sempre a resposta……  porque no final sabe tãoooo bem 😉
Não tenho outra forma de explicar, quem corre sabe, quem quer saber………..corra !!!! Correr é mesmo o melhor remédio :)
Life in the run……
0

About the Author:

Olá, Sou uma Princesa sonhadora com a vida real de uma Gata Borralheira moderna. Gosto de ver o lado mais cor de rosa da vida e acredito na força do positivismo. Tenho o super poder de viajar mentalmente em segundos , em 3,2,1 entro no meu portal onde vou e volto de Bora Bora sem um escaldão na pele e com a alma cheia de energia solar mental. Sou apaixonada por todas as boas coisas da vida, adoro comida, viagens, decoração, moda e coleciono objetos e imagens de tudo o que considero belo. Este é o meu mundo Pretty. Be Pretty Welcome !!! lifeinpretty@gmail.com @flatsversusheels
  Posts Relacionados
  • No related posts found.

Add a Comment